sábado, 29 de novembro de 2008

Tecnologia x Vitrines por Hugo Tockaes



Computação Gráfica nas Vitrines
Por Hugo Tockaes

Trabalho com design desde 2000 quando tive o primeiro contato em uma editora. Cada vez mais me aprofundei no assunto e procuro inovar em meus projetos.
Sou formado em Design Gráfico pela Universidade São Judas Tadeu.
Moro em São Paulo, capital perfeita para captar referências e atualizar-se com eventos e tendências.
Atualmente trabalho na Agência DUO e sou diretor de arte.

Não podemos deixar de falar de computação gráfica em vitrines sem citar a evolução da tecnologia, já que a influência desta é inevitável. Com o tempo, deixamos de usar as pranchetas e migramos para o computador. Hoje os rascunhos são desenhados a mão, para depois se tornarem digitais. O computador chegou e revolucionou a praticidade das apresentações. A internet, produto de novas tecnologias, também teve sua participação neste avanço mundial , auxiliando cada vez mais na ponte entre cliente e empresa.


A aplicação da terceira dimensão (3D) nos ambientes proporciona o realismo e a simulação , efeitos que poderíamos ter em diversas situações sob superfícies distintas como plásticos,vidros, madeiras entre outros. Isto ocorre seja nos objetos inseridos, seja nos elementos gráficos ou na luz. Cada vez mais desfrutamos das opções oferecidas pelos softwares.

Projeto desenvolvido por Hugo Tockaes.

As simulações virtuais são exploradas em larga medida, funções como interatividade e passeios virtuais já são possíveis. Caminhar no projeto reduz a insegurança do cliente e, de quebra, elimina erros durante o projeto. Nesta era da explosão tecnológica, novos meios são utilizados e postos em prática correntemente. Com computadores e celulares, tudo de que você precisa é um ponto de acesso à internet. Deste modo, conseguirá contratar e ver os seus projetos.

2 comentários:

patisid disse...

Adorei o post, gostaria de saber se hoje é importante o vitrinista dominar essa arte?No curso de vitrinismo eu não consegui aprender essa parte, não se se foram poucas aulas, ou se o programa que usamos era uma droga:Inkscape.Pretendo fazer um curso de Autocad.O que vc me aconselha?

Anônimo disse...

Obrigado por intiresnuyu iformatsiyu