terça-feira, 15 de setembro de 2009

Vitrine para calçados

A maioria das lojas de calçados no Brasil ainda usam suas vitrines como estoque. Na tentativa de mostrar o maior número possível de produtos acabam criando uma poluição visual enorme.
Prateleiras de vidro e calçados enfileirados lado a lado é tudo que vemos.
Segundo o site Portais da Moda, uma das principais dicas quanto à disposição dos pares de calçado é escolher os que melhor representam as coleções, o estilo de vida do consumidor e as marcas com as quais seu comércio trabalha para serem expostos à frente de suas lojas. Deixar espaços vazios entre um par e outro; é fundamental para manter a clareza de informações.


Investir em cenários que não precisam tomar toda vitrine bem como suportes para elevar produtos e uma boa iluminação é fundamental.


Criar ambientes, onde a pessoa poderia usar o calçado ou evidenciar as sensações que eles podem transmitir – como o poder e sedução dos saltos, por exemplo – são outras boas técnicas.








O primeiro passo para acertar na construção de vitrines é, então, vê-las como investimentos, e não gastos.

Fotos: W.G.
Mais informações sobre vitines para calçados no site Portais da Moda


3 comentários:

patisid disse...

Que maravilha essas vitrines, realmente o que vemos no Brasil é muito entediante.Seria interessante os proprietários de lojas de calçados clicarem no Vitrine RG para dar uma olhadinha nisso!

ML disse...

É verdade, Rogério.
Eu não entendo de vitrines, mas como consumidora o excesso de produtos expostos dá uma canseira...

bjnhs

Anônimo disse...

cuido de uma vitrine de calçados masculinos, mas às vezes me canso por ter que seguir um molde imposto pelo proprietário, as vitrines no brasil são tão previsiveis...